Detergentes, loções corporais e velas: estes produtos contêm óleo de palma.

Desde a década de 1990, o cultivo do óleo de palma aumentou em dez vezes. No sudeste da Ásia, as plantações agora cobrem uma área tão grande quanto a da Áustria e da Suíça juntas. Mas se a região espera que tudo isso traga alguma prosperidade, as preocupações continuam a crescer: orangotangos, tigres de Sumatra, leopardos e inúmeras outras espécies ameaçadas de plantas e animais estão perdendo seu habitat. Além disso, as plantações liberam uma quantidade ruim de carbono para todo o mundo.

Mais e mais pessoas estão se perguntando quais produtos contém óleo de palma. No entanto, as alternativas nem sempre são melhores. A lista a seguir contêm 10 produtos de uso diário que se utilizam do óleo de palma. É bom que todos saibam e evitem alguns, ou pelo menos diminuam seu consumo para maior preservação das espécies.

1. Sabão líquido Ariel

pint1

A maioria dos sabões líquidos e produtos de limpeza requer gordura para produzir surfatantes (tensioativos), glicerina e emulsionantes. Não são só as principais marcas de sabão que contêm ingredientes à base de óleo de palma: eles também são encontrados em detergentes e loções abrasivas.

Conclusão: A Procter & Gamble, a empresa por trás da Ariel, diz que usa apenas óleo de palma certificado. O Greenpeace, no entanto, vê algum esforço a ser feito em termos de conformidade com os padrões. Além disso, a empresa prefere comprar os certificados em vez de procurar fornecedores responsáveis.

2. Sabonete líquido Dove

pint1

O óleo de palma é frequentemente encontrado em cremes hidratantes, géis de banho e shampoos. As marcas Dove, Nivea, Axe e Fructis são alguns exemplos. O óleo de palma fornece vitaminas importantes para a regeneração da pele, tem um efeito hidratante, suavizante e antioxidante e também é inodoro.

Nota: Alguns fabricantes usam outras gorduras vegetais. No entanto, isso só faz sentido se elas foram produzidas em seu próprio país. A Unilever, a empresa por trás da marca Dove, utiliza principalmente óleo de palma comercialmente certificado. Nos últimos anos, a Unilever também criou suas próprias plantações de palmeiras sustentáveis.

3. Velas da IKEA

pint1

A proporção de óleo de palma em velas de estearina pode chegar a 45%. O problema é que as velas de parafina contêm óleo, o que não é muito melhor.

Nota: Aqueles que comprarem as suas velas na IKEA, provavelmente comprarão velas sustentáveis. No entanto, o Greenpeace reclama que a IKEA não publica os nomes de seus fornecedores.

4. Sopa de letrinhas Maggi

pint1

O óleo de palma é encontrado na maioria dos sachês Maggi, Knorr & Co.

Nota: A Nestlé, a empresa por trás da Maggi, está comprometida com a agricultura sustentável - um caminho pelo qual o Greenpeace está elogiando a empresa com algumas reservas, no entanto. A Oetker promete substituir o óleo de palma por outras gorduras vegetais até o final do ano. No entanto, os ambientalistas têm uma visão crítica sobre isso. Não fazer e comercializar produtos já preparados seria provavelmente a solução mais saudável e ecológica.

5. Cereal Muesli - Kölln

pint1

Hoje em dia, muitas pessoas gostam de cereais doces e crocantes. No entanto, esse efeito de crocância é raro sem a adição de óleo de palma. O Muesli tem atualmente um teor médio de óleo de palma de 11%.

Nota: Embora a Kölln tenha estabelecido altos padrões de sustentabilidade, outros produtores de cereais, como a Kellogg's, são criticados por fazerem muito pouco nessa área.

6. Chocolate Milka

pint1

O chocolate é composto por cacau, açúcar e gordura. Portanto, não é surpreendente que 12% deles contenham óleo de palma. Seja o Milka ou qualquer outro, o óleo de palma está presente em muitas doces que têm chocolate. Mas não são todos. Por isso, vale a pena dar uma olhada na lista de ingredientes.

7. Algumas marcas de sorvete de baunilha

pint1

Sorvete é muitas vezes misturado com óleo de palma, porque é menos caro que o creme. A Häagen-Dazs e outras marcas usam a gordura cremosa da palmeira em muitas variedades.

8) Óleo diesel

pint1

O combustível é o mais alto entre os produtos com óleo de palma. E de longe, já que 41% de todo o óleo de palma acaba em tanques. A UE pretendia inicialmente proteger o clima adicionando 7% de óleo vegetal a cada litro de gasóleo. Enquanto isso, florestas tropicais e turfeiras estão queimando.

Nota: Na França, o diesel é o combustível mais importante então, lá, o consumo de óleo de palma é imenso.

9) Nutella

pint1

Este chocolate merece uma menção especial. Várias organizações e ministérios do meio ambiente pelo mundo pediram o boicote ao Nutella, da marca Ferrero, pois é um dos produtos que mais abusam do óleo. No entanto, a marca permaneceu irredutível.

Conclusão: Desde 2013, a Ferrero vem obtendo 100% de óleo de palma de fontes sustentáveis. Em um estudo do Greenpeace, a empresa obteve a classificação mais alta e a WWF também elogiou seu compromisso. Para outros, isso não é o suficiente. Eles exigem uma renúncia total ao óleo de palma.

pint1

É difícil demonizar o óleo de palma devido a sua aplicabilidade em muitos produtos. Ao mesmo tempo, o ideal seria que esses produtos fossem mais saudáveis e que não representem um risco para o meio ambiente. Os esforços de algumas empresas mostram que a vigilância dos consumidores pode fazer a diferença. É verdade que o caminho ainda é longo antes que as florestas tropicais do Sudeste Asiático descansem novamente. É possível, no entanto, que haja uma mudança nas mentalidades. Faça a sua parte.

Comentários

Também incrível